Skip links

A genética de um atleta determina seu sucesso?

Os atletas de alta performance são vistos como “fenômenos”, principalmente, quando falamos de atletas olímpicos, como o multi-medalhista olímpico Michael Phelps. Mas o que torna esses atletas tão especiais? Muitas pessoas podem dizer que é a rotina incessante de treinamentos (Phelps chegava a ficar 6 horas na piscina de domingo a domingo), mas será que somente a rotina de treinamentos pesados, por si só, já seria capaz de fabricar um campeão como ele? Infelizmente, não.

Atletas que possuem resultados extraordinários como o nadador que coleciona 22 medalhas, tornando-se o atleta com mais medalhas na história, não pode ter seus resultados reduzidos apenas ao esforço, que por si só já diferenciaria ele da maioria. A genética dele em conjunto com sua disciplina foram responsáveis por moldarem o campeão.

Você pode estar se perguntando agora:

Quer dizer que se eu não tiver a genética correta, não serei um atleta de alta performance?

Sim e não.

O que acontece é que todos os seres humanos possuem um gene chamado ACTN3 na cadeia do DNA, porém nem todos têm o mesmo tipo. Uma pequena alteração na base nitrogenada e esse gene se apresentará de duas formas:

  • funcional R que produz alfa actinina3;
  • alterada X, em que a proteína não é sintetizada.

Cada um de nós carrega 2 cópias do gene ACTN3, podendo ser homozigotas (RR ou XX), ou heterozigotas (RX).

Estudos realizados e publicados na Medicine & Science in Sports & Exercise indicam que atletas que possuem maior força explosiva muscular estão relacionados com o genótipo RR. Já os atletas que possuem o genótipo RX estão mais ligados a resistência física.

O equilíbrio entre potência e resistência foi essencial para o desenvolvimento humano no início a evolução humana. A sobrevivência dependia da capacidade do ser humano caçar, fazer longas caminhadas e se defender de forma eficaz.

Qual é a solução mais adequada? 

O nível de alta performance será determinado também pelos seus genes. Com isso, é necessário um estudo aprofundado para determinar os dados contidos em seus genes e como você pode obter o máximo de resultado baseado na sua natureza.

Sendo assim, um teste genético é o caminho natural para obter esse tipo de informação. Mas não qualquer teste. É necessário que seja um teste específico para a sua necessidade atual. No caso de atletas amadores ou profissionais que querem entender como o corpo reage de acordo com cada esporte, exercício ou necessidade, temos na Proprium o MyFitnessCode.

Esse é um teste específico e completo para te ajudar a entender tudo o que seu corpo precisa para tirar o melhor proveito do que ele é capaz. Não importa o esporte que pratique, o MyFitnessCode é a ferramenta ideal para treinadores e atletas que querem o máximo de resultado com o mínimo de lesões.

Com seus dados genéticos em mãos, aliando dedicação, esforço, boa alimentação, disciplina e outros fatores, a possibilidade do seu desempenho ser melhor que a média é muito grande. Além disso, é uma grande oportunidade de descobrir qual esporte se encaixaria melhor na sua genética.

Como funciona o teste genético?

O teste é bem simples. Você receberá um kit na sua casa ou consultório. Fará a coleta e nos enviará. Em aproximadamente 20 dias o resultado já estará disponível em nossa plataforma. Tanto o paciente quanto o médico ou treinador poderão ter acesso ao resultado.

Mude para sempre a forma como você enxerga seu corpo. Clique aqui para saber mais sobre o nosso teste.

×